Essa é uma sigla comum para quem trabalha com governança e gestão pública, mas que ainda não é conhecida por muita gente. ODS são os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável que foram definidos pela ONU (Organização das Nações Unidas) para que os países, empresas e pessoas pudessem melhorar em cada um dos aspectos.

Acompanhe a leitura para descobrir quais são as metas e por que esse é um assunto tão importante!

Os principais focos dos ODS

A proposta dos ODS surgiu em 2015, em uma reunião de líderes mundiais na sede da ONU (em Nova York, EUA). A ideia era montar um plano de desenvolvimento sustentável para os próximos 15 anos, na tentativa de melhorar a realidade do mundo e das pessoas em diversos sentidos. Saiba quais foram os principais focos da Agenda 2030:

  • Social: questões humanas como saúde, educação, qualidade de vida e justiça.
  • Ambiental: preservação do meio ambiente, incluindo a reversão do desmatamento, proteção das florestas e da biodiversidade, combate à desertificação, uso dos recursos marinhos e medidas contra as mudanças climáticas.
  • Econômico: conscientização sobre o uso e esgotamento dos recursos naturais, a produção de resíduos, o consumo de energia, entre outros temas.
  • Institucional: capacidade para colocar em prática os ODS.

Coincidência ou não, uma forte tendência já aparecia nessas discussões, que é o ESG. A construção de um futuro mais sustentável está diretamente relacionada com as prioridades ambientais, sociais e de governança. Esse é um caminho interconectado, em que um reforça o outro e o destino é um futuro melhor para todos.

Os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

Ao todo, foram definidos 17 objetivos e 169 metas. De acordo com o documento final assinado pelos representantes “Eles se constroem sobre o legado dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio e concluirão o que estes não conseguiram alcançar. Eles são integrados e indivisíveis, e equilibram as três dimensões do desenvolvimento sustentável: a econômica, a social e a ambiental”.

Veja quais são os ODS:

01 – Erradicação da pobreza: acabar com a pobreza em todas as suas formas, em todos os lugares.

02 – Fome zero e agricultura sustentável: acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar e melhoria da nutrição e promover a agricultura sustentável.

03 – Saúde e bem-estar: assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos, em todas as idades.

04 – Educação de qualidade: assegurar a educação inclusiva, e equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos.

05 – Igualdade de gênero: alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas.

06 – Água limpa e saneamento: garantir disponibilidade e manejo sustentável da água e saneamento para todos.

07 – Energia limpa e acessível: garantir acesso à energia barata, confiável, sustentável e renovável para todos.

08 – Trabalho decente e crescimento econômico promover o crescimento econômico sustentado, inclusivo e sustentável, emprego pleno e produtivo, e trabalho decente para todos.

09 – Inovação infraestrutura: construir infraestrutura resiliente, promover a industrialização inclusiva e sustentável, e fomentar a inovação.

10 – Redução das desigualdades: reduzir as desigualdades dentro dos países e entre eles.

11 – Cidades e comunidades sustentáveis: tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis.

12 – Consumo e produção responsáveis: assegurar padrões de produção e de consumo sustentáveis.

13 – Ação contra a mudança global do clima:tomar medidas urgentes para combater a mudança climática e seus impactos (*).

14 – Vida na água: conservação e uso sustentável dos oceanos, dos mares, e dos recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável.

15 – Vida terrestre: proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, deter e reverter a degradação da Terra e deter a perda da biodiversidade.

16 – Paz, justiça e instituições eficazes: promover sociedades pacíficas e inclusivas par ao desenvolvimento sustentável, proporcionar o acesso à justiça para todos e construir instituições eficazes, responsáveis e inclusivas em todos os níveis.

17 – Parcerias e meios de implementação: fortalecer os meios de implementação e revitalizar a parceria global para o desenvolvimento sustentável.

Abundance Brasil: abundância e desenvolvimento sustentável

Nosso propósito de gerar abundância vai de encontro a vários dos objetivos de desenvolvimento sustentável. Até o momento, fazem parte do nosso foco de atuação:

  • a promoção do trabalho decente e do crescimento econômico (8);
  • o consumo e a produção responsáveis (12);
  • as ações contra as mudanças globais do clima (13);
  • a proteção, recuperação e uso sustentável dos ecossistemas terrestres (15).

Porém, todos os outros estão dentro do nosso espectro como empresa e cidadãos, inclusive como guia para iniciativas que devem surgir em breve. Por enquanto, temos o Abundance Token como principal solução para ajudar no movimento de transformar o mundo em um ambiente mais sustentável, com qualidade de vida e prosperidade.
Quer saber como ajudar? Acesse nosso site para conferir os detalhes e indique o Abundance Token para outras pessoas! Você também pode conferir algumas novidades pelo site ODS Brasil para saber como está o panorama brasileiro.


Ajude a salvar o mundo com a Abundance Brasil!

Cadastre-se para a Pré-Venda do Abundance Token Saiba maisCompre agora